sexta-feira, 14 de julho de 2017

Sentir

Quero sentir.
Quero sensações.
Quero chorar à chuva.
Quero sentir os meus pés descalços na terra numa floresta.
Quero ver um pôr do sol em silêncio.
Quero embrulhar-me numa manta num sofá enquanto oiço os trovões lá fora.
Quero tocar numa pedra de um castelo em ruinas e sentir a energia de todos aqueles que por lá já passaram.
Quero flutuar na àgua. E cair,
Cair,
Cair,
Senti-la a envolver-me
Até eu própria fazer parte do mar.

domingo, 11 de setembro de 2016

Trilogia das Jóias Negras

Anne Bishop já era uma autora que estava já há alguns anos para experimentar. Sempre me falaram bem e disseram que quem gosta de Juliet Marillier também ia gostar de Anne Bishop apesar de ser fantasia negra.
A trilogia é composta por "Filha do Sangue", "Herdeira das Sombras" e "Rainha das Trevas".

E pronto, lá fui arranjar a trilogia completa para ler tudo seguido.

Filha do Sangue

("Daugher of the Blood")
de Anne Bishop

★★☆☆☆½ 

Há setecentos anos atrás, num mundo governado por mulheres e onde os homens são meros súbditos, uma Viúva Negra profetizou a chegada de uma Rainha na sua teia de sonhos e visões. Agora o Reino das Sombras prepara-se para a chegada dessa mulher, dessa Feiticeira que terá mais poder do que o próprio Senhor do Inferno. Mas a Rainha ainda é nova, passível de ser influenciada e corrompida. E quem controlar a Rainha controlará o mundo...

Harry Potter And The Cursed Child

Quem  me conhece sabe o quão fã de Harry Potter sou e quão esses livros influenciaram a minha vida. Quando saiu a notícia que haveria uma peça que seria uma continuação da saga fiquei tão triste por saber que não podia ir a Inglaterra ver... Mas quando foi revelado que o guião sairia em livro fiquei mais feliz porque assim ao menos ia ficar a conhecer a história.
Assim que a peça estreou não resisti à tentação e fui ao Tumblr à procura de spoilers de abençoada almas que não mantiveram o secretismo que a J. K. Rowling pediu, eheh.
Fiquei tão, mas tão desiludida com o que descobri que o interesse em ler o livro se tornou quase nulo.
Na mesma semana em que o livro saiu a minha prima sabendo que gosto muito de Harry Potter insistiu em emprestar-me o livro.
Bom, acabei por o ler apesar de já ter uma opinião meio formada sobre a história.

Harry Potter And The Cursed Child

por J. K. Rowling, John Tiffany e Jack Throne

★★



Harry Potter and the Cursed Child traz de volta as personagens mais carismáticas da série: Harry, Ron e Herminone, agora adultos, mas também os respetivos filhos e com estes desafios novos… e antigos:
- O que aconteceu depois de Hogwarts?
- E com o fim de Voldemort, estará o mal erradicado de vez?
Baseada numa história original de J.K. Rowling, John Tiffany e Jack Thorne, Harry Potter e a Criança Amaldiçoada - a nova peça de teatro de Jack Thorne -, cuja estreia mundial decorreu no West End, em Londres, no passado dia 30 de Julho, é a primeira história oficial de Harry Potter a ser apresentada em versão teatral.
Foi sempre difícil ser Harry Potter e não é mais fácil agora que ele se tornou num muito atarefado funcionário do Ministério da Magia, casado e pai de três crianças em idade escolar.
Enquanto Harry luta com um passado que se recusa a ficar para trás, o seu filho mais novo, Albus, tem de se debater com o peso de um legado familiar que nunca desejou. Quando o passado e o presente se cruzam, pai e filho confrontam-se com uma desconfortável verdade: por vezes as trevas vêm de lugares inesperados.

A Guerra dos Tronos & A Muralha de Gelo

Sim, comecei a ler as Crónicas de Gelo e Fogo em português. Sim, também sei que dividem um livro em dois e que acaba por sair mais caro e ocupar mais espaço comprado em português. Mas gosto mais das nossas capas do que as originais, que posso eu fazer.

A Guerra dos Tronos

("A Game of Thrones")
de George R. R. Martin

★★



Quando Eddard Stark, lorde do castelo de Winterfell, recebe a visita do velho amigo, o rei Robert Baratheon, está longe de adivinhar que a sua vida, e a da sua família, está prestes a entrar numa espiral de tragédia, conspiração e morte. Durante a estadia, o rei convida Eddard a mudar-se para a corte e a assumir a prestigiada posição de Mão do Rei. Este aceita, mas apenas porque desconfia que o anterior detentor desse título foi envenenado pela própria rainha: uma cruel manipuladora do clã Lannister. Assim, perto do rei, Eddard tem esperança de o proteger da rainha. Mas ter os Lannister como inimigos é fatal: a ambição dessa família não tem limites e o rei corre um perigo muito maior do que Eddard temia! Sozinho na corte, Eddard também se apercebe que a sua vida nada vale. E até a sua família, longe no norte, pode estar em perigo. Uma galeria de personagens brilhantes dá vida a esta saga: o anão Tyrion, ovelha negra do clã Lannister; Jon Snow, bastardo de Eddard Stark que decide juntar-se à Patrulha da Noite, e a princesa Daenerys Targaryen, da dinastia que reinou antes de Robert, que pretende ressuscitar os dragões do passado para recuperar o trono, custe o que custar.

Jim Henson's Labyrinth: The Novelization

O livro baseado num dos meus filmes preferidos de sempre: Labyrinth!

Jim Henson's Labyrinth: The Novelization

de  A.C.H. Smith

★★★



Frustrada por ter de cuidar do meio-irmão enquanto os seus pais estão fora, a adolescente Sarah sonha em livrar-se da criança, que não pára de chorar. Atendendo o seu pedido, o Rei dos Goblins, personagem de um dos livros de Sarah, ganha vida e sequestra o bebé. Arrependida, a menina terá de enfrentar um labirinto e resgatar o irmão antes da meia-noite para evitar que ele seja transformado num goblin.

A História Interminável

A aquisição deste livro tem uma história engraçada. Foi encontrado ao acaso numa Feira de Velharias. Ia comprar um outro mas a capa deste livro chamou-me a atenção por ser antiga e eu gostar de capas antigas. Quando lhe li o titulo sabia que o conhecia de algum lado mas não me consegui lembrar de onde por mais que tentasse. Agarrei e não pensei duas vezes: Comprei-o.
Quando cheguei a casa, ao telemóvel a contar as compras literárias ao Respectivo é que lhe disse que sabia que conhecia aquilo de algum lado, que o nome me era familiar mas não conseguia lembrar-me de onde. Ao que ele me respondeu assim que lhe disse o título:
" - Então! Mas isso é o livro do filme da Neverending Story!"
Senti-me tão parva mas fez-se imediatamente luz. Nunca soube o nome em português da  Neverending Story mas inconscientemente a minha cabeça traduziu o nome para inglês, daí ele me parecer tão familiar mas não conseguir chegar lá. A mente é uma coisa engraçada.

Enfim, uma pequena história muito interessante (ou não).

A História Interminável

("The Neverending Story")
de Michael Ende

★★★

A Luz das Runas

Continuação do livro "A Marca das Runas" de Joanne Harris.
Gostei muito do primeiro e ainda andei um pouco de tempo à procura deste livro em segunda mão mas não o encontrei e lá tive eu que ir a Bertrand encomenda-lo...

A Luz das Runas

("Runelight")
de Joanne Harris

★★★★☆


Três anos após o Fim do Mundo, o silêncio reina ainda nas Catacumbas… 
Após a queda da Ordem, o mundo está a voltar lentamente à vida. Maddy sente-se finalmente em paz, agora que está livre das regras brutais da organização. Mas para Maggie, nascida e criada no seio da Ordem, este é um tempo de caos e desolação. 
Maddy e Maggie vivem a mil quilómetros de distância uma da outra mas têm uma coisa em comum: ambas nasceram com a marca das runas na pele. Um símbolo que remonta ao tempo em que o mundo era governado por deuses que habitavam Asgard. 
Asgard está agora em ruínas, e o poder dos deuses foi há muito destruído. Pelo menos, é o que todos pensam… 
Mas nada se perde para sempre. Os deuses ainda não desistiram. Eles cobiçam o poder das runas que as duas jovens detêm. Maddy e Maggie rapidamente se veem envolvidas numa luta sem tréguas que as aproximará uma da outra e na qual os seus limites serão postos à prova e as suas lealdades testadas ao limite.

Em conformidade com o primeiro livro, aqui mantém-se o mesmo estilo de leitura fácil e envolvente.